7 cuidados para definir uma porta de hangar ou estaleiro

7 cuidados para definir uma porta de hangar ou estaleiro

Quando o assunto é porta de hangar e estaleiro, fabricadas em lona, existem muitas dúvidas e poucas informações.

A pergunta que mais recebemos é: realmente as portas gigantes flexíveis em lona são robustas e duráveis para ambientes aeroportuários ou para a indústria naval?

A resposta é sim! As Portas Gigantes Flexíveis são ideias para Hangares e Estaleiros!

As Portas Gigantes Flexíveis são portas muito bem projetadas e capazes de atender às exigências deste ambiente.

Além disso, elas também são portas com um nível tecnológico muito elevado e possuem alta capacidade de abertura por dia e velocidade de funcionamento mais elevada que as portas convencionais metálicas.

Abaixo, separamos 7 dicas que você deve prestar atenção na hora de definir o produto ou o fornecedor.

1- Dimensionamento da estrutura da porta para suportar as cargas de vento

Um dos principais desafios das portas de hangar é a força dos ventos.

Nesse sentido, é muito importante que uma porta seja capaz de suportar os esforços advindos das cargas de ventos que a sua região tem. Isso permite determinar as solicitações de carregamento e fazer o dimensionamento correto dos perfis metálicos que irão compor a estrutura da porta.

Normalmente, se utilizam as normas NBR6123 e NBR8800. Nossa recomendação é que você verifique se o fabricante tem condições de atender a essas normas e, principalmente, solicitar a memória de cálculo e ART do projeto.

2- Interface de instalação da porta no prédio

Este é um ponto bem importante e que algumas vezes é negligenciado!

Já vimos estruturas que foram construídas com investimento significativo e que depois não atenderam às necessidades da aplicação e tiveram que ser readequadas.

Saiba como: Identifique a porta ideal para a sua Indústria

Portanto, faça uma análise criteriosa do modelo de porta que irá utilizar no seu hangar ou estaleiro. Com esta definição, será possível estabelecer a largura e a altura do vão e o espaço necessário para a instalação da porta.

Em algumas situações, é necessária a construção de um pórtico de apoio. Este pórtico é projetado em base de acordo com o modelo da porta, assim como as cargas e os pontos de fixação.

No caso de projetos novos, é muito importante fazer a compatibilização entre o projeto estrutural do prédio e da estrutura da porta.

3- Os pontos de carga na estrutura

Solicite ao fabricante da porta um diagrama de cargas. Este diagrama contém as cargas horizontais e verticais, além dos pontos onde iram descarregar no prédio ou pórtico.

Essa informação é fundamental para identificar quais os pontos podem sofrer com a sobrecarga de funcionamento.

4- Configuração das portas de hangar

As portas de hangar e estaleiros podem ser adaptadas para atender, da melhor forma, a vedação do grande vão.

Com dimensões de largura e altura do grande vão, as Portas Gigantes Flexíveis podem ter o projeto totalmente personalizado.

Além disso, as portas de hangar podem contar com um único painel elevável ou com vários painéis e também podem ser semelhantes à capela, onde a porta central tem altura diferente das laterais para passagem do estabilizador vertical do avião, por exemplo.

Confira a imagem abaixo:

5- Forma de funcionamento e sistemas de segurança

É importante avaliar a melhor forma de funcionamento das portas de hangar e quais os dispositivos de proteção e segurança que você deve aplicar. 

Quanto maior for o número de pessoas autorizadas a operar uma porta de hangar ou estaleiro, maior devem ser os cuidados em aplicar dispositivos que garantam a segurança operacional e que evitem acidentes por má utilização dos sistemas.

Estamos falando de sensores, automação da Porta Maxidoor, redundância de parada da porta gigante flexível, intertravamento, sinalização, além de procedimentos escritos e treinamentos que irão contribuir para a segurança das pessoas e do processo em que as portas estarão inseridas.

6- Durabilidade dos materiais utilizados

É muito importante você levar em consideração a vida útil do equipamento. Para isso, devemos atentar para os materiais com que as portas de hangar serão fabricada e os tratamentos que serão utilizados.

Por exemplo, materiais como aço carbono devem contemplar um bom plano de Pintura, homologado e de preferência que seja emitido um laudo de conformidade.

Já componentes menores que cumprem funções operacionais, como travas, sistemas, fixações etc., devem ser de materiais não corrosivos, como inox ou polímero.

Por exemplo, na indústria naval, as portas possuem motores com grau de proteção mais elevado e pintura especial, assim como o painel de comando é parte vital do bom funcionamento das portas industriais para a indústria naval. 

Portanto, o grau de proteção deve ser elevado e fabricado em material resistente à corrosão, como o PVC. Aqui, o cuidado é com as partículas sólidas ou gases que, em contato com os componentes eletroeletrônicos do painel, podem iniciar o processo de oxidação/corrosão e gerar mau contato e falha no seu funcionamento.

7- Manutenção

Este item é fundamental! É muito importante estabelecer um plano de manutenção preventiva para as portas de hangar, pois, pelo menos a cada 6 meses, isso irá contribuir em muito com a vida útil e a funcionalidade da porta.

A manutenção Preventiva é uma ação planejada e sistemática de controle e monitoramento, com programação periódica para revisão das condições de utilização de uma máquina ou equipamento.

Conheça os especialistas em portas de hangar ou estaleiro: 

A SEBRAS é uma fábrica de portas industriais genuinamente nacional e especializada em portas para grandes vãos como as de hangar e estaleiros Sendo assim, adquirimos um grande conhecimento neste tipo de porta e nos diversos tipos de aplicações dela.

Já aplicamos portas em aeroportos, na indústria aeronáutica, na indústria naval em cabines de pintura, cabines de jato e prédios industriais. Nossos especialistas em engenharia desenvolvem o projeto da melhor forma possível e compatibilizam com prédios existentes ou com projetos novos.  

Nossa empresa também possui equipe própria e especializada para instalação e manutenção, com técnicos treinados e habilitados para trabalho em altura, movimentação de peças de grande porte, operação de Plataforma Elevatória etc.