Economizar energia elétrica com Portas Rápidas: Veja como é possível!

O controle da refrigeração aparece como o item fundamental para economizar energia elétrica e minimizar despesas nas indústrias e frigoríficos.

Portas Rápidas vem sendo muito utilizada em setores alimentícios, devido ao papel que ela desempenha em ambientes que exigem o controle de temperatura. Mas não só isso podemos destacar. Também ressaltamos a questão de se economizar energia que é algo muito importante para as indústrias em geral. A máxima segurança que ela proporciona aos funcionários, a redução de custos com higienização e o aumento da produtividade.

Muitas indústrias vêm mudando seu conceito no quesito de portas industriais. Até então era muito utilizado portas metálicas, porém podemos facilmente identificar as vantagens das portas rápidas. Leia o material que fizemos sobre Portas Automáticas Industriais: Conheça 5 vantagens. Nesse conteúdo também mostramos um comparativo entre portas metálicas e portas rápidas.

O mercado de portas rápidas no Brasil está numa curva ascendente de crescimento. Muitas indústrias multinacionais já conheciam o conceito deste modelo de porta industrial e isso auxiliou a sua difusão. Hoje, muitas indústrias nacionais já conhecem e utilizam portas rápidas. Portas Rápidas se tornaram trunfo para agilizar processos e aumentar a produtividade de fábricas e armazéns de diversos segmentos.

Com o crescimento das indústrias no país é natural que a automatização das fábricas seja cada vez maior. Isso vem refletindo diretamente no mercado de portas rápidas industriais. O mercado de portas rápidas evolui constantemente e é percebido em qualquer visita técnica, por exemplo, que o cliente está cada vez mais exigente e conhece suas reais necessidades.

Porta rápida se torna um item fundamental dentro dessas empresas para que se possa economizar energia elétrica.

Alguns anos atrás o Brasil deparou-se com uma crise no setor de fornecimento de energia elétrica. As ameaças de “apagão” fizeram com que momentaneamente as indústrias estancassem investimentos em sistemas que pudessem aumentar o consumo de energia elétrica. Mas no caso da indústria de alimentos congelados, por exemplo, o consumo de energia elétrica não se trata de conforto. É fator fundamental e se reflete diretamente na qualidade da mercadoria e na produtividade.

Coube, então, aos fabricantes de portas rápidas oferecerem soluções para reduzir essa perda de temperatura. Um exemplo muito simples de entender essa perda é nas indústrias frigoríficas, onde o fluxo de empilhadeiras é contínuo dentro das câmaras de congelamento.

As portas rápidas tem uma abertura de 1 metro por segundo, fator que auxilia a não ter a perda de temperatura nesse ambiente. Caso não tivesse uma porta rápida, essa passagem da empilhadeira ficaria aberta e assim teria uma perda muito grande de ar frio. Tal perda de ar faria com que o sistema de refrigeração gerasse mais ar frio para dentro da câmara para repor a temperatura adequada, logo isso faz com que se gere um esforço maior do equipamento de refrigeração e um consumo mais alto de energia elétrica.

Dados da Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica, mostram que as indústrias de todo o país são responsáveis por 30% do consumo energético. Em grandes frigoríficos, a conta de energia elétrica vai de 800 mil reais a 1,5 milhão de reais. A refrigeração é responsável por 60% e até 75% do valor dessas contas. 

SEBRAS está sempre buscando novas tecnologias e soluções para seus clientes obterem alto desempenho nos seus processos, assim podendo economizar energia.

Portas rápidas não trazem apenas uma economia de energia elétrica para as indústrias. Em alguns casos o conforto térmico dos funcionários se torna algo indispensável para executarem suas atividades com melhor qualidade.

Portas Rápidas podem economizar energia elétrica, que em pouco tempo, paga o investimento inicial.

“A instalação das portas rápidas da SEBRAS significou um ganho expressivo na qualidade do ambiente de trabalho para os colaboradores. Nos dias de frio intenso dois benefícios principais foram observados, sendo o primeiro na temperatura nos diversos postos de trabalhos próximos das portas em operação e segundo a eliminação das correntes de ar, fator este muito importante quando se pensa em melhoria no conforto térmico. Apenas como exemplo, com portas abertas percebe-se através de medições a existência de fluxo de ar a distâncias de 50 metros das portas. Fluxo este não mais detectado durante o funcionamento das portas. Quanto à qualidade dos produtos e ao suporte de manutenção, a SEBRAS sempre se demonstrou prestativa e bastante eficaz quando solicitada.”

Marcos Sostizzo
Analista de Mecânica
Borrachas Vipal

A tendência é o aumento do uso de portas rápidas nas indústrias em locais que possuem alto fluxo de empilhadeiras, veículos e pessoas. Pois estas portas são mais leves, motorizadas e garante que a porta esteja sempre fechada toda vez que for acionada, tudo isso através de um sistema de temporizador. Mas não podemos limitar o uso de portas rápidas apenas nessas situações. Podemos citar alguns segmentos e aplicações de portas rápidas que trouxeram um uma melhoria significativa como:

  • Agroindustrial;
  • Alimentício;
  • Automotivo;
  • Embalagens;
  • Borracha;
  • Químico;
  • Farmacêutico;
  • Aviação.

Confira todos os segmentos que a SEBRAS atua Clique Aqui.

Você esta em dúvida qual porta rápida aplicar na sua empresa, então leia abaixo nosso Guia de Portas Rápidas Industriais
Share Button