Economia de energia ajuda a reduzir custos da empresa

Economia de energia na empresa é um assunto em comum. Pois gerir uma empresa, é preciso atenção a todos os fatores que interferem no lucro e nos resultados da instituição. Quando a lucratividade do negócio diminui, cortar custos operacionais pode ser a solução. Entenda como a economia de energia influencia nesse processo e conheça práticas sustentáveis para poupar no dia a dia.

Energia elétrica é mais cara na Europa

Imagine a seguinte situação: por algum motivo, o fornecedor aumenta o preço cobrado pelos insumos e, para não repassar o acréscimo aos consumidores e arriscar perder a clientela, o empresário se debruça sobre as contas e planilhas em busca de alternativas que garantam a redução das despesas. Soa familiar?

Consumo consciente de energia elétrica reduz os gastos e garante a sustentabilidade da empresa.

É nesse momento que a economia de energia na empresa ganha importância. Após analisar os custos fixos e variáveis de todos os processos, chega-se à conclusão de que a empresa só conseguirá sobreviver financeiramente se puder economizar seus recursos financeiros.

O impacto da economia de energia na empresa será diferente de acordo com o perfil da empresa e do local onde ela está situada. Naturalmente, os empresários que mais se beneficiam da redução do consumo são aqueles cujas empresas estão sediadas nos países onde a tarifa é mais cara.

De acordo com o relatório International Electricity and Natural Gas Report and Price Survey, da NUS Consulting Group. Os países onde os consumidores pagam mais caro pela energia elétrica são:

1º Itália

2º Alemanha

3º Reino Unido

4º Portugal

5º Espanha

Vale lembrar, ainda, que a iniciativa de adotar práticas sustentáveis que visam o consumo consciente dos recursos pode contribuir para a melhorar a imagem da sua empresa. Há consumidores que valorizam esses ideais e aceitam até mesmo um valor diferenciado em relação ao mercado quando a empresa o justifica com razões ligadas à sustentabilidade.

Como ter economia de energia na empresa?

Selecionamos algumas medidas simples para você diminuir o consumo de energia da sua empresa, reduzindo os custos com eletricidade:

Aproveite a luz solar

Estima-se que mais da metade da energia elétrica consumida em escritórios esteja relacionada à iluminação dos ambientes. Para aproveitar a luz solar, a dica é aumentar as janelas, manter as persianas levantadas, diminuir as repartições entre setores e pintar as paredes dos ambientes com cores claras.

Dependendo da viabilidade, também pode valer a pena contratar um arquiteto que ajude a criar um projeto com um telhado especial, privilegiando a incidência dos raios solares.

Readeque os sistemas de iluminação

Ainda a respeito da iluminação, talvez seja útil realizar um estudo para descobrir se o posicionamento e a localização das lâmpadas é ideal para o seu ambiente.

Investir em lâmpadas mais eficientes, que consomem menos energia para a mesma quantidade de luz gerada, também é uma boa ideia, mesmo que o valor unitário seja superior. Por fim, não esqueça de instalar sensores de presença para acionar as lâmpadas em ambientes estratégicos, como corredores.

Economizando energia elétrica, ajudamos a preservar o meio ambiente

Ar fresco versus ar condicionado

No verão, é difícil permanecer em ambientes fechados sem que o ar condicionado esteja ligado. Considerado um vilão da conta de energia, ele requer atenção especial. Em primeiro lugar, dê preferência aos modelos mais eficientes de consumo, analisando as opções do mercado de forma rigorosa. Em segundo lugar, certifique-se de que o aparelho não ficará exposto ao sol na área externa. Pois esse fator irá exigir mais do seu equipamento.

Em seguida, procure privilegiar o ar fresco, apostando na passagem de ar – o que implica uma abertura e uma saída – e em vegetação natural dentro dos ambientes. Os jardins verticais com plantas inseridas dentro de recipientes especiais podem ajudar. Além disso, investir no isolamento térmico, com janelas duplas, por exemplo, pode ser interessante nas cidades onde o calor é intenso.

Reorganize os turnos de trabalho

Se a sua empresa tem uma mini-indústria, vale a pena descobrir em qual momento a energia elétrica é mais cara. Tudo isso levado em conta a razão do pico de consumo. Em geral, isso ocorre à noite, quando as pessoas chegam em casa, ligam as luzes e tomam banho, mas há variações de acordo com a cultura de cada local.

Se as máquinas responsáveis pela produção tiverem um consumo muito alto. Pode valer a pena interromper o trabalho nesse período e retomar de madrugada, com turnos específicos para isso.

Não esqueça da manutenção preventiva

As máquinas têm um ciclo de vida útil, por isso fique atento ao funcionamento dos equipamentos realizando manutenções preventivas periódicas. Os próprios aparelhos de ar-condicionado, se não tiverem os filtros limpos, tendem a aumentar o consumo.

Opções sustentáveis garantem economia de energia na empresa

Além de atuar para economizar energia com pequenas mudanças de hábito e alterações pontuais na estrutura da empresa, é possível investir em práticas sustentáveis de consumo e geração de energia. Isso significa, por exemplo, utilizar energia solar para aquecer a água, reutilizar a a energia dissipada pela empresa em forma de calor e instalar geradores elétricos próprios para os horários em que a eletricidade atinge seu maior valor.

São estruturas que requerem um investimento na sede da empresa, o que talvez inviabilize a ideia em estabelecimentos alugados. Mesmo assim, vale a pena pesquisar fontes de energia renovável para reformular a matriz energética da empresa. Uma boa dica, nesse caso, é espelhar-se nas grandes organizações, que adotam escritórios sustentáveis modelos de consumo.

Existem várias alternativas para quem deseja reduzir o consumo de energia elétrica e aliviar o caixa da empresa. A viabilidade de cada opção vai depender do contexto no qual você está inserido. O que pode incluir legislação, carga tributária, localização, espaço interno, etc.

Avalie as estratégias com atenção e, se julgar necessário, contrate profissionais especializados no assunto. Recorrer a quem tem experiência pode fazer a diferença no médio e longo prazo.

Se as dicas foram úteis para você, compartilhe esse artigo nas redes sociais para seus amigos, colegas e seguidores.
Share Button